A Origem da Natação

 
A natação popular vem desde a Grécia e Roma, quando os soldados exerciam essa prática de exercício, por causa dos movimentos completos, simples e divertidos, podendo ajudá-los na recuperação terapêutica e atrofia muscular.
Na época o homem que não sabia nadar era considerado um individuo que não tinha educação.

Em 1839 o inglês J. Arthur Trudgen, ao aplicar observações que fizera com os nativos da América do Sul, o movimento das pernas, porém, era parecido com golpe de tesoura, que evoluiu quando outro inglêas, Frederick Cavill, emigrando para Austrália, observou que os indigenas nadavam com as pernas ajeitadas em plano vertical a superfície da água. Adotou o estilo (crawl australiano), com o qual seu filho Richard, em 1900, bateu o recorde mundial das cem jardas.

A natação moderna, como esporte, começa no fim do século XIX, na Europa em torneios isolados e campeonatos nacionais.
A partir de 1900, a França organiza provas com participação de franceses, ingleses, holandeses, australianos, suecos, austriacos, alemães e belgas.
É praticada em campeonatos mundiais a cada quatro anos.

A Natação enquanto desporto tem início no Japão, no século XVIII, mas a natação começa em Londres em 1837, com o surgimento de cursos e provas organizadas pela National Swimming Association.

O primeiro campeonato da modalidade realiza-se em Sydney, tornando-se a Natação um desporto olímpico em 1896 nos Jogos de Atenas.
A partir de 1908 as provas passam a disputar-se em piscina.
2013 © ANMPE - Associação dos Nadadores Masters de Pernambuco - Todos os direitos reservados.